ERASMUS+ Mobilidade Virtual “Citizens” Maio 2021

Decorria o ano 2018 quando se deu início a mais um projeto Erasmus+ denominado “European Citizens of Tomorrow”. Com o objetivo de preparar os alunos para o futuro, o projeto procurou desenvolver competências centradas nas tecnologias de informação, nas relações interpessoais e interculturais, na comunicação e no pensamento crítico, utilizando diversos estilos de aprendizagem. 

A primeira mobilidade de alunos e professores da Escola Básica da Cruz de Pau decorreu em fevereiro de 2019 na cidade de Montenero de Bisaccia, em Itália, país coordenador do projeto. Nas atividades programadas participaram as escolas dos países parceiros: Itália, Macedónia, Roménia, Turquia e, claro, Portugal.

A jornada seguinte teve lugar em maio do mesmo ano e, desta feita, a comitiva da nossa escola, constituída mais uma vez por professores e alunos, deslocou-se à República da Macedónia do Norte.

Em novembro de 2019 realizou-se nova mobilidade, agora à cidade de Braila, na Roménia, e o programa promoveu, mais uma vez, a aquisição de aptidões e competências básicas nos alunos.

Todas as mobilidades decorridas até então foram únicas e permitiram um maior conhecimento do meio escolar,  familiar e cultural dos países parceiros, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e social dos alunos, bem como para uma cidadania europeia ativa. Foi uma experiência muito enriquecedora para todos os grupos envolvidos, possibilitando uma partilha de conhecimentos, vivências e momentos únicos e inesquecíveis.

O encontro seguinte, agendado para março, em Portugal, com um programa rico e diversificado, onde estava previsto que todos os parceiros pudessem conhecer a hospitalidade das famílias e alguns tesouros do nosso país, acabou por não se realizar devido à situação pandémica que se impôs no ano de 2020.

Este ano, e após um ano de adiamento,  o projeto continuou, desta feita com uma mobilidade virtual de uma semana (10 a 14 de maio) organizada pela equipa Erasmus da nossa escola, diferente de todas as anteriores, porque se fez “a distância” mas, ao mesmo tempo, próxima por força da utilização das tecnologias de comunicação. Não houve convívio entre alunos,  professores nem acolhimento em famílias ou experiências culturais reais, mas foi a mobilidade possível dadas as circunstâncias sanitárias.  Nela estiveram envolvidos, para além das professoras,  alunos do 7º, 8º e 9º anos que apresentaram os trabalhos produzidos com muita dedicação e empenho e tiveram uma excelente atuação nas atividades lúdicas. Os alunos e professores parceiros, que vibraram com as iniciativas desenvolvidas, particularmente com os vários jogos pedagógicos propostos, conheceram um pouco da riqueza nacional e a vontade de nos visitar ficará certamente na memória dos que connosco partilharam esta semana de maio.

By AETL

Related Posts

O AETL tem Selo Escola Etwinning!

Candidatura à Acreditação Erasmus

No AETL, os projetos Erasmus+ não param…

O projeto Erasmus “SMALL GREEN STEPS FOR STOPPING HUGE CLIMATE CHANGES” celebra o Natal com os seus parceiros