HINO AETL

EMAEI

Constituição do EMAI

A Equipa Multidisciplinar de Apoio à Educação Inclusiva (EMAEI) 

 

Constitui-se como um dos recursos organizacionais específicos de apoio à aprendizagem e à
inclusão, tendo em vista uma leitura alargada, integrada e participada de todos
os intervenientes no processo educativo.

São elementos permanentes da EMAEI:

São elementos variáveis da EMAEI:

a) Um docente de Educação Especial;

b) O diretor de turma;

c) Outros docentes do aluno;

d) Encarregado de Educação do aluno identificado;

e) Outros técnicos que intervêm com o aluno, caso existam.

Competências da EMAI

a)    Sensibilizar a comunidade educativa para a educação inclusiva;

 

b) Propor as medidas de suporte à aprendizagem, a mobilizar, em cada caso identificado;

 

c) Acompanhar e monitorizar a aplicação das medidas de suporte à aprendizagem;

 

d) Prestar aconselhamento aos docentes na implementação de práticas pedagógicas inclusivas;

 

e) Elaborar o Relatório Técnico Pedagógico (RTP), previsto no artigo 21º e, se aplicável, o Programa Educativo Individual (PEI) e Plano Individual de Transição (PIT) previstos, respetivamente, nos artigos 24º e 25º;

 

f) Acompanhar o funcionamento do Centro de Apoio à Aprendizagem (CAA);

 

g) Criação de formulários de escola, no âmbito da Educação Inclusiva;

 

h) Solicitar, sempre que considerar necessário, mais informações ou documentos junto do responsável pela identificação;

 

i) Analisar a informação processual, recolhida pelos elementos variáveis, com vista à proposta conjunta das medidas de suporte à aprendizagem a mobilizar, e monitorização da aplicação das mesmas;

 

j) Definir grupos de trabalho, atendendo à especificidade das várias situações;

 

k) Para a avaliação especializada, a Equipa nomeará um docente de educação especial e (o)s técnico(s) a envolver no processo;

 

l) Proceder ao registo de todos os processos identificados e analisados, criando uma base de dados geral com os processos individuais, onde deverá constar a informação recolhida e a intervenção subsequente.